Limpeza do condomínio: crie uma rotina e tenha sempre tudo brilhando

Limpeza do condomínio: crie uma rotina e tenha sempre tudo brilhando

Cuidar da faxina dos ambientes de um condomínio pode parecer uma tarefa fácil, no entanto, a verdade é que o cotidiano de limpeza pode ser um dos maiores desafios para síndicos e moradores.

Geralmente, as áreas de uso comum acumulam sujeira com frequência maior. Logo, mantê-las limpas e organizadas é imprescindível para a manutenção do bem-estar e da saúde dos moradores e visitantes.

Neste post, listamos 4 dicas de fácil implementação para ajudar na gestão e elaboração de uma rotina de limpeza de condomínio. Continue a leitura para conhecê-las.

1. Defina o perfil do condomínio

O primeiro ponto a observar na hora de elaborar a rotina de limpeza é: qual é o perfil do condomínio? É residencial ou empresarial? Tem muitas crianças circulando pelas áreas comuns? Todas essas informações são válidas para definir a rotina de limpeza mais adequada.

O segundo ponto que deve ser observado é a localização do condomínio. Leve em conta, por exemplo, se ele está próximo de rodovias que geram muita poluição, de árvores que perdem folhagem, entre outros elementos que possam afetar de forma negativa a limpeza do condomínio.

2. Crie um cronograma para a limpeza de condomínio

Existem lugares que demandam uma maior frequência de limpeza que outros. Para organizar isso da maneira adequada, o mais indicado é que as necessidades de limpeza sejam divididas em diárias, semanais e quinzenais.

A rotina diária costuma englobar a limpeza do hall de entrada, dos banheiros de uso comum e da academia — caso o seu condomínio possua uma. Já a limpeza das escadas, corredores e da garagem pode, na maior parte das vezes, ser realizada semanalmente.

A higienização dos vidros e janelas, das portas, paredes e tetos pode ser feita quinzenalmente. No entanto, vale lembrar que a frequência de limpeza deve ser elaborada de acordo com o perfil do seu condomínio, afinal, cada um tem suas particularidades.

3. Compre produtos de limpeza e materiais adequados

Para dar continuidade à rotina de limpeza, os produtos utilizados devem ser escolhidos com cuidado. Além disso, é preciso disponibilizar para a equipe responsável pela limpeza os materiais mais adequados, a fim de que tudo seja realizado da maneira correta.

Crie uma lista para controlar a quantidade e o uso dos produtos e materiais disponíveis. Dessa maneira, será muito mais fácil manter o estoque sempre em ordem.

4. Providencie os equipamentos de segurança corretos

Durante a rotina de limpeza do condomínio, os funcionários responsáveis terão contato constante com água e detergente e, também, com uma grande variedade de produtos químicos que, que além de alergias, podem causar danos à saúde.

Por isso, é imprescindível que a equipe encarregada pela limpeza tenha acesso aos equipamentos de segurança adequados.

Dar a devida atenção a esse aspecto garantirá uma higienização adequada e, ao mesmo tempo, o bem-estar e a saúde das equipes responsáveis por cuidar da rotina de limpeza de condomínio, evitando problemas trabalhistas no futuro.

Gostou de conhecer nossas 4 dicas para manter a limpeza de condomínio em dia? Deixe seu comentário no post e nos conte como você faz para gerenciar essa tarefa!

Sem comentários

Cancelar