Conheça os principais mitos e verdades sobre a portaria remota

Conheça os principais mitos e verdades sobre a portaria remota

Só o síndico sabe a dureza que é trabalhar nessa área. Ele precisa fazer o papel de diplomata, gestor, contador e fiscal, sem falar toda a rotina administrativa, que acaba tomando muito do seu tempo. No entanto, nem tudo está perdido. Hoje, o síndico pode contar com o suporte da tecnologia, utilizando ferramentas como a portaria remota.

Muitos ainda desconhecem os benefícios desse recurso. O assunto ainda é rodeado por uma série de mitos, que acabam confundindo o síndico — e é por isso que resolvemos trazer este post. A seguir, você vai conhecer os principais mitos e verdades a respeito da portaria remota. Confira!

O que é mito sobre a portaria remota?

A portaria remota não substitui o porteiro

Em primeiro lugar, é preciso abandonar a ideia de que, mesmo com a portaria remota, o condomínio ainda vai precisar de um porteiro. Na verdade, você vai contar com uma equipe de profissionais 24 horas para ficar de olho em todo o acesso do seu condomínio e, por esse motivo, a presença de um porteiro é dispensável, sendo indicado a presença do zelador para, além de funções internas, auxiliar também com a entrega de correspondência e encomendas.

O investimento para instalar a tecnologia é alto

Depende, pois há empresas no mercado que realizam a locação dos equipamentos, diminuindo os custos iniciais. Caso o condomínio opte por comprar os equipamentos, será preciso realizar um investimento inicial maior para contar com esse sistema, mas, se comparar com a contratação de porteiros, certamente essa é uma opção ainda mais em conta. Afinal, não podemos nos esquecer dos encargos trabalhistas que envolvem a contratação de um profissional, que muitas vezes se tornam penosos ao longo do tempo.

O processo de implementação é complicado

Pode ter certeza que esse é um dos maiores mitos sobre a portaria remota. O fato é que os processos de implementação são simples e podem ser monitorados de maneira integrada entre o síndico e a equipe de vigilância, que atuará por meio de câmeras. No final, é tudo bastante intuitivo. E tudo deve ser feito considerando um período de transição adequado para que tudo seja feito da melhor forma.

O que é verdade sobre a portaria remota?

A portaria remota funciona melhor em condomínios médios

Sim, essa ainda é uma verdade, apesar de que, com o avanço da tecnologia, fica cada vez mais fácil realizar o monitoramento de condomínios grandes. Acontece que esse tipo de solução é realmente bastante apropriado para prédios médios, pois em condomínios grandes o lato fluxo pode inviabilizar a portaria 24h e em condomínios muito pequenos, especialmente aqueles que não tem porteiro físico 24h, a portaria seria um gasto extra, embora seja um ganho em segurança.

O sistema da portaria remota é mais confiável

Isso é verdade. Não estamos falando que os porteiros são profissionais ruins. No entanto, eles são humanos. Ao ver um desconhecido querendo entrar no prédio, talvez se sintam à vontade para abrir a porta. No entanto, com o sistema de portaria remota, apenas moradores e autorizados podem entrar.

As tecnologias disponíveis podem variar

Não existe um sistema único de portaria remota. Tudo vai depender das necessidades do cliente e do plano que quiser contratar. Você pode apostar no uso de câmeras, que é extremamente efetivo, mas também pode contar com outros tipos de tecnologia, como o monitoramento de alarme, entre outros.

Esperamos que este texto possa ter ajudado você a entender um pouco mais sobre o que existe de mito e de verdade a respeito da portaria remota. Assim, certamente poderão tomar uma decisão muito mais consciente a respeito da implementação desse tipo de serviço.

Se você gostou do post e quer saber mais sobre o assunto, entre em contato conosco e conheça as nossas soluções no setor!

Sem comentários

Cancelar