Sistema de monitoramento para condomínio: saiba como escolher um

Sistema de monitoramento para condomínio: saiba como escolher um

Espaços que possuem grande circulação de pessoas exigem atenção redobrada com a segurança e, quando se trata de locais onde as pessoas moram, a responsabilidade aumenta. Existem maneiras práticas de fazer isso e uma delas é por meio de um sistema de monitoramento para condomínio.

No entanto, existem algumas especificações que variam de acordo com o que o condomínio precisa e também para cada espaço, como portarias e garagens.

Pensando nisso, neste post vamos abordar sugestões para que você escolha o melhor tipo de sistema. Leia!

Observe as necessidades

O primeiro ponto a se observar são as necessidades do local a ser monitorado. Por exemplo, pesquise quais serão os espaços de instalação das câmeras (elevadores, garagens, escadas), quantas serão necessárias e qual a qualidade de cada uma.

Vale ressaltar que o sistema de monitoramento para condomínio precisa de uma qualidade maior em certos locais, como portarias. Isso porque, é preciso ver com nitidez placas de carros e as pessoas que entram.

Após averiguar o que será preciso, contate uma empresa para realizar o projeto. O olhar de um profissional sobre o assunto é diferenciado e será mais garantido.

Pesquise sobre a legislação

Na maioria das vezes, não há questões muito burocráticas envolvidas na instalação de câmeras em condomínios. Entretanto, existem leis de respeito a privacidade que devem ser levadas em consideração. Afinal, não é permitido instalar estes sistemas dentro de casas ou apartamentos sem a permissão dos donos.

Sendo assim, pesquise sobre a legislação em seu município e veja se é preciso colocar placas com avisos ou se há algo mais específico.

Saiba sobre a forma de armazenamento das imagens

Sistemas de monitoramentos mais antigos trabalham com formas de armazenamentos mais pesadas e de difícil acesso. Por isso, é essencial conferir como as imagens são guardadas e organizadas.

Atualmente, com o advento da tecnologia, as filmagens são armazenadas digitalmente e ainda contam com servidores da nuvem. Então, é preciso averiguar qual tipo de tecnologia a empresa usa antes de contratá-la.

Além disso, verifique se o acesso às imagens pode ser feito facilmente. Esse é um fator de extrema relevância em casos de emergência ou em que seja preciso contatar a polícia.

Certifique-se do suporte técnico oferecido

Falhas no servidor podem acontecer. Porém, um sistema de monitoramento não pode ficar muito tempo fora do ar. Afinal, isso pode ser extremamente prejudicial para a segurança.

Logo, além de prezar por qualidade ao contratar um desses serviços, é preciso certificar-se se a empresa oferece suporte técnico 24h por dia.

Ademais, saiba de que forma é feito o monitoramento. Com serviços como o de portaria virtual, por exemplo, a segurança do condomínio é feita por uma central o tempo todo.

Portanto, ter um sistema de monitoramento para condomínio é indispensável. A segurança eletrônica é um dos melhores investimentos nesse caso e há vários tipos de acordo com as necessidades do espaço. Além de câmeras, é possível contar ainda com cercas elétricas e sistemas de alarme para garantir a segurança.

Ficou com vontade de saber mais os sistemas de monitoramento para condomínio? Então, entre em contato conosco e converse com nossos especialistas!

 

Sem comentários

Cancelar